Notícias

Discurso do Presidente José de Ribamar: “Queremos que a Agenda Legislativa seja a soma de nossas qualidades”

Um bom dia aos conselheiros federais de Química, presidentes dos conselhos regionais de Química, gestores e servidores. Bom dia às senhoras e aos senhores.

É uma grande satisfação recebê-los aqui para o Seminário de construção da Agenda Legislativa. Acredito ser de conhecimento de todos que a realização deste evento é do desejo do Sistema CFQ/CRQs há mais de dois anos. Ele esteve previsto, com data marcada, para abril de 2020, mas a pandemia da COVID 19, que a todos afetou, foi um impeditivo.

Eis que chegou o momento. Nos dois dias que se seguirão, faço um chamamento aos participantes: que se dediquem com o máximo de seriedade à tarefa de analisar os projetos apresentados. Queremos que o resultado do nosso trabalho, a Agenda Legislativa propriamente dita, seja representativo como uma soma das nossas qualidades.

Somos legítimos defensores da sociedade brasileira em temas relacionados à Química. Somos, também, a voz forte que se posiciona na proteção aos profissionais, à indústria, à produção de riquezas e aos empregos gerados pela Química.

Entendemos que, até recentemente, a nossa atuação como instituição relevante para o país junto a governos, parlamento e Poder Judiciário esteve aquém das expectativas que a população tem sobre nós. Esta conclusão, assim como outras tantas que norteiam esta gestão desde o seu princípio, não ficou sem resposta.

Este presidente, e falo também, com certeza, pela diretoria e o plenário do CFQ, tem obsessão pela construção de pontes que rompam a inércia e o imobilismo. Seja internamente, onde viemos construindo um nível de integração nunca visto na História do Sistema CFQ/CRQs, seja externamente, com ações que indicam verdadeiramente um choque de visibilidade cujos frutos ainda estão por ser colhidos por todos nos anos que virão.

A consolidação de nossa área de Relações Institucionais e Governamentais é um dos propósitos dessa gestão. Apoiamos e incentivamos desde o princípio o Comitê de Relações Institucionais e Governamentais, o CRIG, porque entendemos que era aquele um primeiro passo seguro para que construíssemos um trabalho a longo prazo.

Nestes quase três anos de existência do CRIG, o Sistema CFQ/CRQs testemunhou um trabalho intenso e cujo resultado se fez sentir principalmente na resistência a projetos nefastos e que colocariam em xeque a existência do nosso próprio Conselho, como a PEC 108/2019, ou em situações em que fomos proativos em auxiliar o país a dominar a pandemia: cito aqui a interlocução junto à ANVISA, que permitiu às universidades, profissionais da Química e empresas formarem parceria para produção de álcool em gel para doação. Cito ainda outra, com a ABIPLA, levando às autoridades informações confiáveis em relação às cabines de desinfecção.

Nesta manhã, aproveito a oportunidade para desejar melhoras ao coordenador do CRIG, amigo e presidente do CRQ 3, RAFAEL BARRETO ALMADA, impossibilitado de compartilhar este momento conosco por questões de saúde. Agradeço a RAFAEL ALMADA e aos demais membros do Comitê pelo seu empenho na condução dessa temática dentro do Sistema CFQ/CRQs. O trabalho de vocês foi decisivo para que chegássemos ao dia de hoje e será crucial para que coloquemos em prática aquilo que a Agenda Legislativa definirá como fundamental.

No final do ano passado, o CFQ recebeu o acréscimo de um profissional experiente para cuidar dos assuntos de Relações Institucionais e Governamentais com plenitude. Apostamos na contribuição de ANTONIO LANNES para essa tarefa, que se intensifica sobremaneira neste Seminário que inicia hoje.

Temos plena confiança na capacidade de realização do conjunto de pessoas que reunimos aqui. Os três grupos temáticos que organizamos terão de nós todo o suporte para que o resultado seja fiel às nossas necessidades e anseios. Acredito que a elaboração da Agenda Legislativa, como fazemos hoje, se tornará rotineira dentro do calendário de atividades do Sistema CFQ/CRQs.

Com o tempo, faremos com que nossa atuação fique cada vez menos reativa e que possamos colaborar com projetos próprios, fiéis aos nossos valores e à Química. Mas o primeiro passo está sendo dado hoje.

Bom trabalho a todos!