Notícias - QS

Capachos e tapetes devem ser desinfectados para combater o novo coronavírus

As peças são difíceis de limpar e podem esconder perigo trazido das ruas. O recomendado é usar pano de chão na porta da sua casa

Sabe aquele capacho (ou tapete) na porta da sua casa? Ele pode ser um foco de contaminação do novo coronavírus. Isso acontece porque é um objeto difícil de limpar e, por isso, o melhor é que seja retirado. Mas antes de guardar os capachos e tapetes, é necessário fazer a higienização deles.

O bacharel em Química Tecnológica Prof. Dr. Jorge Macedo, autor da obra “Desinfecção & Esterilização Química”, roteirizou o passo a passo para desinfectá-los. Mas antes de fazer o processo, o professor recomenda: “se a sua casa tiver duas portas, escolha apenas uma para ser usada durante o período da pandemia”. Segundo ele, assim é mais fácil fazer a prevenção.

No lugar dos capachos e tapetes, coloque um pano de chão. Umedeça sempre com a solução diluída de 50 mL de água sanitária – que é a medida de um copinho de café – para um litro de água.

“A solução é diluída porque não adianta aplicar a água sanitária pura. Para eliminar os microrganismos, é preciso adicionar água para a formação do ácido hipocloroso (HClO), substância que vai agir contra o vírus”, explica o professor.

Todos que entrarem devem esfregar as solas dos calçados no pano que está na porta. E não esqueça de mantê-lo sempre umedecido com a solução. Você também pode usar um borrifador (com a solução diluída) para limpar as solas.

Antes de desinfectar os capachos e tapetes, é necessário lavá-los. “Não existe um produto mágico que consiga retirar a sujeira e fazer, ao mesmo tempo, a desinfecção química. Então, o primeiro passo é lavar com água quente e sabão os capachos e tapetes”.

Para isso, use um recipiente grande o suficiente para colocar todas as peças que deseja lavar. Coloque água para ferver e, em seguida, coloque no recipiente. Depois, coloque o sabão em pó ou líquido de sua preferência. Ponha os capachos e tapetes dentro da água quente com sabão e utilize um bastão para mexer. Pode ser um cabo de vassoura. Isso evitará respingos.

O material a ser lavado deve ficar totalmente coberto pela água fervente, com pelo menos um palmo de água acima dele. Deixe de molho de 10 a 15 minutos. Depois, esvazie o recipiente, retire a água e o sabão.

Após a lavagem, é hora de fazer a desinfecção química. Para isso, prepare uma solução com 25 mL de água sanitária para 1 litro de água. Deixe os capachos e tapetes de molho novamente, mas desta vez por aproximadamente 30 minutos. Observe que o tempo de contato é maior. Por isso, a concentração de 25 ml é suficiente para desinfectar e não estragar os capachos e tapetes. Enxágue com água limpa e deixe secar completamente à luz do sol. Guarde dentro de sacos de lixo, evitando, assim, o contato com o meio ambiente.

Esse roteiro segue as recentes orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Vale lembrar que, nesse momento, a recomendação é para que você fique em casa. Mas se precisa sair, quando voltar não permita que o vírus entre na sua casa.