Notícias

Sistema fortalecido: CFQ doa veículo e ajuda a qualificar fiscalização do CRQ VIII, em Sergipe

Um dos pilares da atual gestão do Conselho Federal de Química (CFQ), a integração e fortalecimento do Sistema CFQ/CRQ se expressa nas parcerias em que o órgão federal auxilia os entes regionais  a cumprirem suas tarefas institucionais.

Desde o ano passado, em atenção a solicitação do Conselho Regional de Química da 8ª Região (CRQ VIII), o CFQ viabilizou a doação de um automóvel para o trabalho de fiscalização no Estado de Sergipe.  A demanda da regional sergipana tramitou pela Comissão de Auxílio e Doação do CFQ e, após decisão favorável, encaminhou a análise do pedido ao Plenário, onde mais uma vez a solicitação foi aceita.

Os valores para aquisição do veículo foram concedidos em 31 de outubro de 2018 . Na data, foi aberto o prazo para que o CRQ VII procedesse a licitação e adquirisse o bem, o que ocorreu no primeiro semestre de 2019. A regional obteve a nova viatura com deságio e o valor excedente foi reembolsado ao CFQ –  a prestação de contas da doação foi devidamente aprovada em Plenário do Conselho Federal em 27 de junho de 2019.

O presidente do CRQ VII, José George de Oliveira Santos, agradeceu a iniciativa do CFQ e demarcou pontos que considera importante na postura da atual gestão do presidente José de Ribamar Oliveira Filho, como a definição do Planejamento Estratégico do Sistema CRQ/CRQ, a resolução de questões de sombreamento entre as áreas relacionadas à Química e outras atividades, e a doação do veículo que  “produziu aumento considerável na eficiência da fiscalização e do trabalho de conscientização dos profissionais e empresas que atuam na Química no Sergipe”.

“A integração do Sistema é um valor muito importante da nossa gestão. Temos como tarefa auxiliar para que todos os regionais, em todo país, possam prestar um serviço de qualidade e que ofereça segurança aos químicos e à sociedade. Esse intercâmbio de ideias, iniciativas e também de recursos, na medida das possibilidades, será uma constante. Trabalhamos pela unidade do Sistema”, afirma José de Ribamar.