Notícias

Química no cotidiano é tendência para provas do Enem

A menos de um mês do primeiro domingo de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as dicas e macetes de prova estouram como pipoca pela internet. O professor de Química Ramon Albuquerque se vale de sua experiência para antecipar como a disciplina costuma aparecer nas questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, a ser aplicada em 03 de novembro.

O professor Ramon realiza as provas do Enem como concorrente desde 2009. “Faço isso para entender a prova e trazer conteúdo cada vez melhor para os meus alunos”, conta. Segundo ele, ao longo dos anos as provas do Enem foram evoluindo. “De 2009 a 2014, as questões eram muito focadas no conteúdo mesmo. Porém, de 2014 para frente, o contexto tem sido predominante e exige bastante atenção e interpretação do aluno”, destaca.

Ao unir as disciplinas estudadas no ensino médio por áreas de conhecimento, o Enem tende a exigir mais de um conteúdo em um único item. O professor explica que ácidos carboxílicos, por exemplo, podem aparecer na prova de Ciências da Natureza como ácidos graxos, lipídios ou simplesmente gordura, suas nomenclaturas na biologia. “O conteúdo tende a aparecer dentro do contexto do dia a dia dos alunos, por isso a Química Orgânica compõe quase 80% das questões”, frisa.

Aproximar a Química da realidade de vida dos alunos é uma tendência. O professor Ramon indica aos estudantes que leiam os rótulos de alimentos, remédios, produtos de limpeza e de higiene pessoal para identificar o nome dos componentes e não serem surpreendidos na hora da prova. “A partir do momento que eles conseguem visualizar a composição e a função da Química na realidade deles o conteúdo fica mais atraente e deixa de ser decoreba, passa a ser cotidiano”, destaca.