Notícias

Meio ambiente e sustentabilidade na pauta do “Falas da Química”

A programação dessa segunda-feira (15) da série de painéis online Falas da Química  – O novo futuro já começou foi repleta de boas reflexões sobre o papel do Químico em diversas áreas de atuação.

No segundo painel de ontem, mediado pelos presidentes dos CRQs VII (BA), Antônio César de Macedo Silva, e XVI, Suzana Aparecida da Silva, os painelistas mostraram entusiasmo com áreas ainda não tão conhecidas.

O diretor do Centro de Ciência Exatas e Tecnologia (CCET) da UFS, Roberto Rodrigues de Souza, foi um dos painelistas que buscou estimular os expectadores. “Existe muito campo para a Química, minha fala é muito voltada a estimular aqueles que estão começando”.

Em seu comentário, também lembrou que cabe aos Químicos “renovar ou então criar novos processos de produção, mais limpos e sustentáveis”. Segundo ele, existem princípios para “se fazer Química Verde, por meio da otimização e criação de novos processos, podemos ter melhor aproveitamento e reaproveitamento de matéria prima”.

Engenheiro químico e especialista em saneamento e meio ambiente e Química avançada, Noé Rafael da Silva lembrou a questão ambiental relacionada ao uso de defensivos agrícolas. “O Mato Grosso é campeão na produção de grãos e, por isso, um grande consumidor desses produtos que, ainda hoje, vão parar nos rios”, comentou. Ele lembra que não há tratamento adequado nas estações para esse tipo de resíduo,  o que  acaba afetando o meio ambiente e a população.

Nóe Silva acredita que “cabe aos profissionais da Química, buscar um equilíbrio entre a necessidade de produção e abastecimento com a demanda por defensivos menos agressivos à natureza”.

A presidente Suzana destacou em sua fala que “o profissional da Química que não ficar atento as questões ambientais vai ficar fora do mercado de trabalho”. Ela destacou a importância do debate e da valorização dos profissionais.

Quando o assunto é meio ambiente e bem-estar da população, a presença de um profissional da Química é sempre essencial. Assim, o especialista corporativo em Saúde e Segurança da Braskem e coordenador da Comissão de Saúde, Segurança e Higiene do Trabalho (SSHT) da Abiquim, André Virgulino, trouxe para o debate outra área pouco conhecida até mesmo pelos profissionais: a higiene ocupacional.

Virgulino contou que não existem muitos laboratórios de higiene ocupacional no Brasil e explicou que os profissionais que trabalham nessa área são responsáveis por avaliar os riscos químicos, físicos, biológicos e ergonômicos no ambiente de trabalho. “É uma área voltada para a proteção da saúde do trabalhador”, disse.

O presidente do CRQ VII lembrou da importância do controle desses riscos e trouxe a temática do uso de cabines de desinfecção de pessoas para o debate.

Nesse sentido, Virgulino corroborou a posição do Sistema CFQ/CRQs contrária ao uso desses dispositivos. Para ele, apenas o uso em profissionais de saúde, devidamente protegidos com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), pode ser considerado seguro.

 

Falas da Química

No dia 18 de junho, o Brasil comemora o Dia do Químico. Para marcar a data, entre os dias 15 e 19 de junho, o Sistema CFQ/CRQs promove o Falas da Química – O novo futuro já começou, uma série de painéis online com transmissão ao vivo pelo YouTube e na página do CFQ no Facebook.

O objetivo é valorizar o trabalho realizado pelos profissionais da Química no país e disseminar o conhecimento sobre os temas da área, por meio do compartilhamento de informações e experiências, mesmo em tempos de distanciamento social.

Definida por enquete virtual, a programação vai reunir especialistas, conselheiros, presidentes dos CRQs e representantes de associações da Química.

O conteúdo é voltado para o profissional da área da Química e jornalistas interessados em saber mais sobre mercado de trabalho, inovação, meio ambiente, controle de qualidade e enfrentamento à Covid-19, entre outros temas. Jornalistas também estão convidados a acompanhar a ação online.

Confira a programação completa

Assista aos painéis