Notícias

Presidente do CRQ III recebe honraria mais importante da Câmara de Vereadores do Rio

O presidente do Conselho Regional de Química da 3ª Região (CRQ III), Rafael Barreto Almada, foi homenageado nesta quarta-feira (4) pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro com a medalha de mérito Pedro Ernesto. Criada em 1980, esta honraria é a principal comenda concedida pela Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro. A homenagem é direcionada a pessoas que se destacam na sociedade brasileira ou mesmo internacional.

Almada, que também é reitor do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), recebeu deferências por meio de mensagens de vídeo e discursos realizados por autoridades políticas e profissionais da área de ensino pelas suas iniciativas em prol da educação e pesquisa no Estado do Rio de Janeiro.

Presidente do CFQ concede certificado de “Serviço Relevante”

Uma das homenagens em vídeo partiu do presidente do Conselho Federal de Química (CFQ), José de Ribamar Oliveira Filho. 

“Quero parabenizá-lo pela excelente gestão que desempenha no CRQ III e do IFRJ. O senhor, professor doutor Rafael Almada, faz um excelente trabalho diante do Comitê de Relações Institucionais do CFQ”, destacou o presidente.

Na mesma cerimônia em que foi agraciado pelos vereadores cariocas, Almada foi homenageado pelo CFQ com um certificado de “Serviço Relevante Prestado ao Brasil como presidente do CRQ III” – honraria prevista na Lei Mater dos Químicos, a 2.800/1956, e dedicada a um grupo seleto de pessoas. 

Políticos de diferentes partidos rendem homenagens

A solenidade contou ainda com a presença do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano, que, em suas palavras, se referiu à Almada como “um jovem dinâmico, com vigor e vontade de trabalhar.”

Para a secretária municipal de Assistência Social, Laura Carneiro, o presidente do CRQ III é “uma daquelas pessoas que consegue transitar em todos os setores na cidade e no Estado pela sua competência e sua forma simples de fazer as coisas.”

Almada ainda foi saudado pelo secretário municipal de Educação do Rio de Janeiro, Renan Ferreirinha. A iniciativa de conceder o título foi do vereador Reimont.

Infância no subúrbio e princípios na gestão pública

Em seu discurso de agradecimento, Almada disse que era uma grande honra ser prestigiado e contar com a presença de tantos colegas professores e parlamentares. 

“É difícil descrever a emoção que sinto com essa homenagem, por vários motivos. Um deles é refletir que um jovem, da periferia do Rio de Janeiro, que trilhou um caminho com muitos obstáculos, chegou até aqui. Mas concluo, então, que é isso o que podemos oferecer a qualquer jovem que tocarmos com esse bem tão precioso: a educação. É ela que transforma, conduz e muda nossa vida”, afirmou

Bastante emocionado, Almada relembrou um pouco de sua trajetória pessoal e profissional, desde quando morava na Pavuna, bairro modesto da zona norte do Rio. Afirmou ainda que vê a homenagem como reconhecimento a sua atuação como homem público.

“Minha atuação se pauta sobre certos princípios, que são inegociáveis: a integração e a consolidação, a transparência e a visibilidade, a valorização humana e social, o desenvolvimento e a sustentabilidade”

Almada destacou a importância de profissionais e empresas da área da Química e se disse honrado por ter sido confiada a ele a responsabilidade de conduzir o Conselho Regional de Química da 3ª Região, uma ferramenta para o desenvolvimento industrial brasileiro.

Referindo-se à educação, ele afirmou que a rede federal mudou a sua vida até chegar à coordenação do IFRJ. Almada também agradeceu aos colaboradores do CRQ III e conselheiros regionais. Em 2018, ele já havia sido agraciado com a medalha Tiradentes, da Alerj.