Notícias

Nobel de Química 2021 vai para dois pesquisadores que criaram um novo modelo de catalisador: a organocatálise assimétrica

O Nobel de Química deste ano vai para os pesquisadores Benjamin List e David W.C. MacMillan, que descobriram um novo tipo de catalisador, a organocatálise assimétrica, que se baseia em pequenas moléculas orgânicas. 

A descoberta vai permitir a pesquisa de novos produtos farmacêuticos. A partir da organocatálise assimétrica, as moléculas tornam as reações mais rápidas, eficientes e com menor impacto ambiental: a química verde. 

Os dois cientistas vão dividir um prêmio de cerca de R$ 6 milhões, que é oferecido pela Academia Real das Ciências da Suécia, e que promove o Nobel.

Reações químicas

Geralmente, as reações químicas são muito lentas. E para acelerar esse processo, os cientistas se utilizam de catalisadores – substâncias que aumentam a velocidade de uma reação. Até então, acreditava-se que havia apenas dois tipos de catalisadores: metais e enzimas.

Benjamin List, na Alemanha, e David MacMillan, nos Estados Unidos, começaram, separadamente, a pesquisa sobre o terceiro tipo de catalisador ainda em 2000.

Quem são os ganhadores do Nobel de Química 2021

Nascido em 1968, em Bellshill, no Reino Unido, David MacMillan concluiu seu doutorado em 1996, na Universidade da Califórnia em Irvine, nos Estados Unidos.Atualmente, é pesquisador da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos.

Já Benjamin List nasceu em Frankfurt, na Alemanha, também no mesmo ano que seu colega. Obteve o seu doutorado em 1997 da Universidade Goethe, em Frankfurt. Trabalha hoje no Instituto Max Planck, na Alemanha, onde é diretor e pesquisador.