Notícias

Live do CRQ IV evidencia boas oportunidades na área de saneantes

Sabe aquele brilho no olhar que se vê quando um profissional fala sobre aquilo que faz? É este brilho que o Projeto Inspiração quer levar para os estudantes da área Química, e demais públicos interessados. No fim, pode-se dizer, que a série de lives criadas pelo Conselho Regional de Química da 4ª região (CRQ IV) é sobre despertar e instigar o interesse pela Química, mostrando a diversidade que a área possui. As lives do projeto estão sendo realizadas nas últimas terças-feiras de cada mês e, em agosto, o tema foi a carreira química na área de saneantes. 

O evento online teve como palestrantes Assesio Fachini Junior, que é bacharel e mestre em Química, além de membro da Comissão Técnica de Saneantes do CRQ IV; Ubiracir Fernandes Lima, químico industrial, doutor em Vigilância Sanitária e membro da Comissão Técnica de Saneantes do CRQ IV, além de coordenador da Comissão Técnica de Química Farmacêutica do CRQ IV. O evento contou ainda com Miguel Sinkunas, químico responsável pela Quiminac Indústria e Comércio Ltda e membro da Comissão Técnica de Saneantes do CRQ IV. 

A missão de inspirar os jovens começou com os profissionais relatando as trajetórias profissionais, incluindo cursos, capacitações complementares, jornadas de crescimento e os setores pelos quais já passaram.  Até mesmo as pessoas mais marcantes e que, de certa forma, impulsionaram cada um deles, foram mencionadas. “Todos temos pessoas que compartilharam muito conosco, que foram muito generosos em nos ensinar o que sabiam. Eles nos inspiraram a estar aqui hoje”, recordou Fachini Junior. 

Na sequência, os convidados falaram sobre assuntos referentes à área de saneantes e tiraram dúvidas dos participantes. No mercado há quase 50 anos, Sinkunas chamou a atenção para a necessidade de sempre buscar mais informações e novidades sobre o campo. “Aquela formação inicial que eu tive, toda aquela teorização sobre moléculas, propriedades físico-químicas, etc, me fazem ter uma visão muito boa de saneantes. Mas buscar algo além é fundamental, não só no mercado de saneantes, mas em todas as profissões”. 

Indagado sobre a necessidade de fazer um curso específico para atuação na área de saneantes, Fachini Junior explicou que os profissionais da Química, sejam graduados em nível técnico ou bacharelado, são capazes de atuar na área, mas a especialização é sempre o melhor caminho. “Uma vez graduado, seja como bacharel ou curso técnico, você está habilitado para trabalhar em qualquer área e segmento. Mas é óbvio que a responsabilidade, a experiência, a adesão a determinadas áreas podem ser maiores ou menores. Vale a pena buscar por instituições que oferecem cursos livres, de curta duração, focados em segmentos específicos. São áreas complexas que exigem bastante conhecimento, e é necessário reconhecer que não sabemos tudo. Então, se especializar é o melhor caminho”.        

As questões ambientais envolvidas também foram debatidas. Ubiracir Lima, por sua vez,  ressaltou que os saneantes acompanham a tendência do mercado de gerar produtos mais sustentáveis, algo que, automaticamente, perpassa o mundo da Química e  implica em conhecimento do profissional. Eles também debateram sobre as responsabilidades e complexidades do trabalho do químico na área de saneantes, que envolvem fabricação, uso e descarte do produto. “Ser químico é estar numa área central que te faz interagir com muitas áreas do conhecimento ao mesmo tempo. Então, precisamos pensar e agir segundo esta complexidade que a profissão exige”, finalizou Lima.