Notícias

Homenagens e reencontros marcam a abertura do 16º EPQA, em Belém

Comunidade da Química aplaude os profissionais que fazem a história da atividade na região

Estudantes e profissionais da Química do Pará lotaram o salão do Hotel Princesa Louçã, em Belém, para prestigiar a abertura do 16º Encontro de Profissionais da Química do Amazonas (EPQA), que durante três dias irá debater os principais temas do setor para o desenvolvimento da Região Norte. Para a coordenadora do evento e vice-presidente do CRQ VI, Cristiane Maria Leal Costa, o encontro será uma oportunidade para troca de conhecimentos entre acadêmicos e futuros profissionais da Química.

Além dos dez minicursos que serão ministrados entre os dias 10 e 13 de setembro, haverá duas sessões de trabalhos de estudantes de graduação. Uma delas será a exposição de pôsteres, onde os pesquisadores irão expor seus resultados. A outra será uma sessão oral em que serão premiados os três melhores colocados. “O EPQA já é uma tradição na nossa região e está alcançando outros estados brasileiros, que enviam seus profissionais para, juntos, multiplicarmos o que há de novo em conhecimento na área”, declarou.

Para o presidente do CRQ VI, Célio Augusto Gomes de Souza, com todas as atenções voltadas para o Amazônia, a importância do profissional da Química só aumenta. “O número de empresas que se instalam em nossa região se eleva a cada ano. Logo, a responsabilidade dos Conselhos em fiscalizar o exercício legal da profissão é primordial para a segurança da sociedade”, declarou.

Também presente à abertura, o presidente do Conselho Federal de Química (CFQ), José de Ribamar Oliveira Filho, se emocionou ao lembrar os tempos de estudante em Belém. Ele se formou pela Universidade Federal do Pará. “Tenho uma relação afetiva com o Pará, pois cheguei jovem estudante, morei em república e me formei. Sem dúvida, foi uma das épocas mais felizes da minha vida”, disse Oliveira Filho, que ainda encontrou seu professor, Mario Guimarães, que foi o um dos presidentes do CRQ VI. Na ocasião, também foram homenageados 72 profissionais que contribuíram para o exercício da Química no estado.