Notícias

Evento virtual marca fim das atividades do CFQ em 2020 e celebra avanços do Sistema nos últimos anos

O Conselho Federal de Química (CFQ) realizou, nesta quarta-feira (16/12) sua solenidade de encerramento das atividades do ano de 2020. Por força da pandemia provocada pela Covid-19, a atividade que fecha a programação do plenário do CFQ foi realizada de forma inteiramente virtual.

A atividade online contou com mais de 70 participantes, entre os conselheiros federais de Química, presidentes de Conselhos Regionais de Química (CRQs) e servidores do CFQ.

“Este 2020 não foi um ano perdido. Mas é um ano que merece ser lembrado em muitos aspectos. Foi um ano da Ciência e de valorização do profissional da Química”, lembrou o gerente-executivo do CFQ, Renato Melo.

Em sua fala de abertura, o presidente do CFQ, José de Ribamar Oliveira Filho, aprofundou o balanço de 2020 e, de resto, da sua gestão desde 2018.

“Tudo começou pelo Planejamento Estratégico para 10 anos lá de Pirenópolis. Nos mostrou a nossa capacidade de crescer a partir da integração”, afirmou Oliveira Fillho.

“A gente pode citar o Plano de Diretor de Tecnologia e Comunicação. Tivemos encontros de fiscais, vamos dar sempre a eles a nossa ênfase principal. Estamos montando toda uma estrutura para iniciar o processo de unificação digital na fiscalização. Esse é o grande sonho dessa administração”, destacou.

O presidente prosseguiu:

“Nosso avanço na integração passa pela Comunicação Social. Hoje ocupamos lugar de destaque. Criamos o CRIG, para que a gente pudesse fortalecer a parte institucional. Ficamos felizes com a criação do COPRESI, realizamos um Plano de Cargos e Salários, coisa que não existia no CFQ”.

O 1º vice-presidente do CFQ, conselheiro federal Fuad Haddad, resgatou o espírito de celebração do Natal em meio aos tempos difíceis da pandemia.

“Jesus é nossa referência de fé e como ela tem de ser administrada em dias de crise, com equilíbrio no espírito! Os filhos da graça jamais deveriam deixar de olhar para a providência de Deus. Por maior que seja a pandemia, temos certeza que Deus permanece conosco. Confiar e ter fé não significa estar imune. Ter fé não significa agir de forma inconsequente”, ponderou Haddad.

Em seguida, foi exibido um vídeo de 17 minutos em que o ano de 2020 é relembrado, ao lado das realizações obtidas pelo Sistema CFQ/CRQs desde o Planejamento Estratégico e o início da atual gestão, em 2018.

“Nem tinha me dado conta de que tínhamos feito tanta coisa. Só nos resta agradecer imensamente ao presidente José de Ribamar pelo apoio dado aos regionais, pelo empenho em atender todos os cantos do país”, afirmou a presidente do Conselho Regional de Química da 16ª Região (CRQ XVI), Suzana Aparecida da Silva.

A conselheira federal Silvana Calado, destacou o papel dos Químicos e do Sistema ao longo de 2020.

“Muito emocionada! Somos os heróis da vida. Todos nossos presidentes lutaram muito para chegarmos até aqui. Quero deixar o sentimento de que há um forte reconhecimento de toda comunidade Química pelo trabalho do professor José de Ribamar”, assinalou.

Já Gustavo Cardoso, técnico administrativo da Assessoria Jurídica do CFQ, disse do sentimento dos colaboradores em atuar no Sistema.

“Assim como os conselheiros, temos orgulho de fazer parte desse time, da gestão do presidente José de Ribamar. Temos satisfação de fazer parte desse time, com os gestores, colaboradores, é um local dá vontade de levantar pela manhã para trabalhar”, afirmou.

Colega de Cardoso, o técnico administrativo do Setor de Processos, Marcelo Rodrigues Costa, apontou o Planejamento Estratégico como elemento motivador a todos no processo de construção do Sistema CFQ/CRQs.

“Tudo que se tem semeado aqui é semeado em terra fértil. Não só no prazo que foi dado pelo Planejamento, de 10 anos, mas além. É um projeto visionário e o professor José de Ribamar conseguiu unir o Sistema”, concluiu.

Coordenador do COPRESI e presidente do Conselho Regional de Química da XXI Região (CRQ XXI), Alexandre Vaz Castro lembrou a resiliência do Sistema CFQ/CRQs e dos profissionais na resolução dos problemas:

“Feliz de ter passado este ano tão difícil e massacrante e poder encerrá-lo pensando que em 2021 finalmente poderemos ter um ‘ano’. Em nome do COPRESI, espero que em 2021 possamos executar o nosso trabalho de apoio, de segurança à nossa sociedade. O vídeo que vimos é emocionante, mostrou claramente que estamos todos empenhados em fazer 2020 passar e, já posso dizer, passamos com louvor”.

O presidente do Conselho Regional de Química da XIII (CRQ XII) Nivaldo Kuhnen, destacou o aspecto intangível do legado da atual gestão, a união de todos em prol do sucesso do Sistema.

“Unir esse Sistema é uma tarefa que eu não queria para mim. Presidente José de Ribamar começou com a excelente equipe de profissionais, depois integrou os regionais. Acho que todas as realizações que tivemos são ações louváveis. Mas termos o CFQ unido, capitaneados pelo professor Ribamar, acho que essa é a ação mais positiva dessa gestão”, destacou.

Para Raquel Lima, presidente do Conselho Regional de Química da 19ª Região (CRQ XIX) em meio à pandemia os profissionais da Química viveram um momento de orgulho por seu papel social.

“Foi um ano bem atípico, vamos assim dizer. O Sistema teve sua parcela de contribuição para a sociedade e isso me dá orgulho de ser profissional da Química. O CFQ intitulou em uma campanha recente de que ‘Somos indispensáveis’, e de fato somos. Mesmo no meio do caos, conseguimos fazer um trabalho gratificante”, rememorou.

O presidente do Conselho Regional de Química da 3ª Região (CRQ III), Rafael Almada, celebrou a reinvenção do Sistema CFQ/CRQs diante das limitações.

“Este foi um ano extremamente difícil, impactou muito nas nossas vidas. Reaprendemos a usar a tecnologia. Apesar dessa tristeza, fico feliz de vê-los bem. Acho que o Sistema está de parabéns por ter conseguido se reinventar, sob a liderança de nosso presidente e de nossa diretoria nos leva a este final de ano fortalecido frente a muitas batalhas envolvendo a Química e a nossa profissão”.