Notícias

Em meio à pandemia, diretoria do CFQ delibera virtualmente para dar continuidade às ações do Sistema

As limitações de circulação e convívio impostas pelo novo coronavírus são grandes e prejudiciais – mas, de qualquer forma, não provocaram a paralisação do Sistema CFQ/CRQs. A exemplo de muitos dos Conselhos Regionais de Química (CRQs), o Conselho Federal de Química (CFQ) têm feito uso de softwares de teleconferência para evitar prejuízo ao andamento dos trabalhos essenciais.

A diretoria adotou a teleconferência como solução emergencial para evitar um apagão decisório no Sistema CFQ/CRQs que prejudicasse a Química e os profissionais. Até o momento, a diretoria realizou três reuniões online. Como a gestão do CFQ está sendo instada a tomar muitas decisões por força da própria pandemia, é importante essa validação e consultoria de parte do corpo diretivo. Na pauta das reuniões até agora, discussões sobre o próprio andamento das atividades em teletrabalho, avaliação de desempenho de servidores e medidas de apoio aos CRQs no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

A realização de reuniões plenárias, em que todos os conselheiros federais se reúnem, também está em estudo pelo CFQ.

“Os conselheiros que participaram das reuniões de diretoria de maneira virtual estão de parabéns. Não é o ideal, muitas das discussões que travamos seriam muito mais fáceis se todos participássemos presencialmente. Mas a diretoria compreendeu as limitações impostas pela pandemia e entendeu que os riscos pra saúde de todos se sobrepõem a eventuais problemas. Em breve tudo isso será superado e poderemos restabelecer nossa normalidade”, afirma o presidente do CFQ, José de Ribamar Oliveira Filho.