Notícias

DISCURSO DO PRESIDENTE: “O espírito de união e disposição para o diálogo, sentimentos que conduzem o CFQ, encontram eco aqui no Pará e no Amapá”

Discurso realizado na solenidade de inauguração da nova sede do CRQ VI – Belém (PA) – 18 de maio de 2022

 

Bom dia, senhoras e senhores. Quem me conhece já há algum tempo sabe do quanto eu gosto de estar assim, entre amigos. Vejo aqui rostos conhecidos e alguns rostos novos, mas nesta cidade de Belém do Pará sempre, de uma forma ou de outra, estou em casa: aqui, entre 1970 e 1974, trilhei o caminho rumo à graduação em Química Industrial na Universidade Federal do Pará. A Belém de minha juventude, da república estudantil, era bastante diferente da de hoje, mas a acolhida, o clima e os sorrisos sempre serão iguais.

A história do Conselho Regional de Química da 6ª Região está intimamente ligada a esta cidade. Em 2019, se celebraram 50 anos de existência do CRQ VI. A sede antiga, porém, não mais dava vazão às nossas necessidades. O desenvolvimento da Química no Norte do País trouxe consigo a demanda por nossos serviços e a tarefa de bem atender a profissionais, empresas e o conjunto da sociedade – no padrão paraense e amapaense de hospitalidade e cordialidade. 

A solução, tenho certeza, estava na adequação de nossas estruturas. A integração do Sistema CFQ/CRQs, mandamento máximo desta gestão, mais do que uma palavra-chave, é um estado de espírito deste presidente e da diretoria do CFQ, incansáveis no suporte à nossa busca pelo desenvolvimento. Longe de estarmos restritos à realidade de Brasília, o que mais gosto é de sentir nos regionais quais são as premências de cada localidade. 

A inadequação da sede antiga do CRQ VI era algo já percebido pelo Conselho Federal. Por isso, quando o então presidente Célio Augusto Gomes de Souza nos procurou – homem de saudosa lembrança, sempre tão justo e determinado a fazer a coisa certa e que de forma repentina nos deixou em meio ao flagelo da pandemia da COVID-19 –, sinalizamos a ele que acolheríamos a demanda com toda presteza, desde que tivéssemos um projeto que nos permitisse seguir o devido processo. 

Os trâmites tomaram seu curso, e cá estamos dentro desse novo espaço. A mesma pandemia que nos levou o presidente Célio Augusto, nos impediu de ocupar esse espaço diferenciado que tanto desejávamos. O teletrabalho e as medidas de contenção do vírus acabaram por nos afastar do convívio por dois anos – e isso inclui também a impossibilidade de realizarmos uma solenidade como a que temos agora. 

Aqui, diante de todos os senhores e senhoras, rendo nossas homenagens à presidente do CRQ VI, a Engenheira Química, professora Doutora Cristiane Maria Leal Costa que, com muito zelo e competência, dá continuidade ao trabalho até então conduzido brilhantemente pelo nosso saudoso Célio Augusto. O espírito de união e disposição para o diálogo, sentimentos que conduzem nosso trabalho no CFQ, encontram eco nas atividades do Sistema CFQ/CRQs aqui no Pará e no Amapá. 

Encaminho-me para o final de minha manifestação para dizer que acreditamos fortemente nas parcerias para que possamos desenvolver cada vez mais nosso papel de fiscalizar a atividade profissional, bem como legislar no que diz respeito aos temas internos da Química, orientar a sociedade para elevar o bem-estar geral e julgar eventuais desvios éticos praticados por profissionais da Química. 

O que se celebra aqui, nesta manhã, não é apenas um novo espaço físico que nos permitirá ampliar nossa produtividade e o atendimento ao público – é o desejo manifesto do Sistema CFQ/CRQs de se consolidar como um ente integrado em todos os sentidos. Presidente Cristiane Maria Leal Costa, diretores e conselheiros do CRQ VI: contem conosco e saibam que a disposição do Conselho Federal sempre é a de abertura para agregar, da forma que for possível. 

Juntos somos mais fortes.

Muito obrigado!