Notícias

Conselho Federal de Química completa um ano no TikTok e lança campanha #NossaQuímica

Você já ouviu falar que os materiais revestidos com níquel são mais resistentes? Ou sabe o motivo pelo qual você chora quando corta cebola? Para explicar a química no dia a dia de forma educativa e criativa, o Conselho Federal de Química (CFQ) criou o perfil cfquimica no TikTok há um ano.

São mais de 50 vídeos com 1,5 milhão de visualizações e 33 mil curtidas. Os temas vão desde a química dos alimentos, passando pelos elementos químicos, até curiosidades e dicas sobre o que aprendemos com a pandemia.

Primeira autarquia federal a entrar na plataforma, o CFQ celebra o aniversário do perfil e coloca no ar, em parceria com o TikTok, a campanha  #NossaQuímica. Entre os dias 20 e 26 de setembro, serão realizadas duas lives e divulgados vídeos com experimentos curiosos. A ideia é que o público se inspire e grave também os experimentos, marcando a hashtag #NossaQuímica.

O objetivo é democratizar o conteúdo e despertar o interesse dos estudantes pela Ciência e pela carreira profissional em vídeos curtos (até 1 minuto) e linguagem simples.

Voz e espaço para todos

Na avaliação do presidente do CFQ, José de Ribamar Oliveira Filho, ao entrar no TikTok, a autarquia assumiu um compromisso com um público mais jovem de ensinar e democratizar informações sobre a Ciência e a Química. “Enquanto autarquia federal que possui diversas fontes e informações essenciais para os públicos, acredito que estamos incentivando outras instituições a investirem em conteúdos que se convertam em algo indispensável na vida de todos: a educação”.

Oliveira Filho destaca que o TikTok dá voz e espaço para que as pessoas mostrem, recomendem, ensinem e falem sobre o que mais gostam, que pode ser desde recomendações literárias até tutoriais de programas e aplicativos.

“Por que não falar que os elementos químicos são a base do que vemos, do que não vemos, do que conhecemos e até do que desconhecemos? Por que não falar sobre os cuidados cientificamente comprovados para combater o coronavírus? Não há aspecto do dia a dia que não tenha a Química envolvida, desde os cosméticos que usamos até os combustíveis que abastecem nossos automóveis. Sem falar na geração de energia e produção de medicamentos”, afirma o presidente.

Olhar para o futuro

Quem se aprofundou na plataforma TikTok descobriu o seu verdadeiro potencial: ser um canal de comunicação com público jovem que circula e se interessa por informações de boa qualidade e divertidas.

Para a jornalista e chefe da Assessoria de Comunicação do CFQ, Jordana Saldanha, a presença do CFQ na plataforma é um olhar para o futuro. “A comunicação muda o tempo todo. A cada minuto tem uma atualização nova de algo que precisamos aprender. Quando uma instituição se permite inovar, significa que ela está pronta para crescer e avançar com o tempo. Significa acreditar que o conteúdo é tão importante que, muitas vezes, precisa ser embalado em novos formatos para chegar mais longe”, ressalta.

O começo

As ações do Conselho no TikTok são estratégicas, uma vez que a plataforma possui uma série de ferramentas para serem exploradas e uma possibilidade enorme de distribuição de conteúdo. Exemplo é o vídeo sobre o elemento químico níquel, que bateu um recorde no perfil ao registrar quase 133 mil visualizações.

Ao criar o perfil no TikTok, o CFQ incentivou os estudantes em relação à Química, de uma forma mais descontraída, contemplando a vasta interação dessa Ciência com o cotidiano, e chamou a atenção para a Olimpíada Brasileira de Química.

As ações na plataforma começaram com um quiz com diversos temas para engajar até quem não era da área. O desafio era responder o máximo de perguntas em um minuto. Depois, foram lançados os desafios “Eu nunca/Eu já” e “Lá em casa tinha uma tabela” – trends à época – para conquistar os estudantes de Química, uma vez que o CFQ desenvolve ações em parceria com o Programa Nacional Olimpíadas de Química.

Com o apoio do TikTok Brasil, a equipe de comunicação do CFQ descobriu um potencial na área educacional e levou para a plataforma as séries “Química dos Alimentos”, “Elementos Químicos” e “Curiosidades da Química” – todas com alta performance nas redes sociais.

A decisão do CFQ de ingressar no TikTok provou-se assertiva, não só pelo sucesso do perfil cfquimica, mas também pelo fenômeno da plataforma de entretenimento e que, em 2021, contabiliza 1,9 bilhão de usuários ativos mensalmente, o que fez com que instituições como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Câmara dos Deputados e, recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) aderissem também à plataforma.

Acesse o perfil do CFQ no TikTok e aprenda, de uma forma mais divertida, como a Química está em tudo.