Notícias

Congresso Brasileiro de Química inicia com diversidade de temas e atrações

Com a participação do presidente do Conselho Federal de Química (CFQ), José de Ribamar Oliveira Filho, teve início na terça-feira (5) o 59º Congresso Brasileiro de Química (CBQ), em João Pessoa (PB).

O evento é o mais importante no universo da Química e o mais tradicional deles, sendo por décadas o carro-chefe do trabalho da Associação Brasileira de Química (ABQ), responsável por promovê-lo e realizá-lo. O Sistema CFQ/CRQ, que congrega o Conselho Federal e os 21 conselhos regionais de Química, figura como patrocinador (CFQ) e apoiador – no caso, o CRQ XIX, sediado em João Pessoa.

No evento de abertura, Oliveira Filho rendeu homenagem à conselheira federal Silvana Calado, escolhida para comandar a ABQ no próximo período.

“A história da ABQ e da professora Silvana se misturam, Silvana é uma entusiasta do ensino da química, e tem orgulhado a categoria dos químicos com sua dedicada atuação na ABQ e com uma longa contribuição no Conselho Federal de Química”, afirmou o presidente do CFQ.

Silvana se disse comovida com as palavras elogiosas e agradeceu “a generosidade” de Oliveira Filho, afirmando que a ABQ já trabalha na edição 60, prevista para novembro de 2020 em Foz do Iguaçu (PR).

“É um grande desafio e uma honra. Contamos sempre com nossos parceiros para seguir debatendo a Química”, afirmou a nova presidente da ABQ.

O 59º Congresso Brasileiro de Química é um evento muito rico em debates, acolhendo centenas de estudantes de química de todo o país. As temáticas, são variadas: desde a nanotecnologia até a Indústria 4.0, passando por temas mais tradicionais como a química orgânica, a eletroquímica e os conceitos de energia, além dos 150 anos da Tabela Periódica, a efeméride mais importante do calendário da Química pelo mundo.

Uma das vedetes da edição deste ano foi a palestra de abertura, que coube ao professor Dr. Christopher Brett, britânico formado na Universidade de Coimbra, em Portugal. Ele falou de um dos assuntos mais abordados na Química na atualidade, a Química Verde, tendo como enfoque na eletroquímica para o desenvolvimento sustentável. Brett é também presidente eleito da International Union of Pure and Applied Chimestry (IUPAC), uma organização não governamental mundial para o desenvolvimento da Química.

“Este congresso é um ótimo exemplo dos eventos capazes de congregar o interesse dos jovens, dos estudantes, e das pessoas com maior experiência na Química. É, além disso, uma oportunidade ímpar para aprender, contatar e fazer novos amigos”, afirmou Brett, ao encerrar sua palestra de abertura. O “Seminário 100 anos da IUPAC” será realizado ao longo do CBQ.

Para Oliveira Filho, o Congresso Brasileiro de Química é um exemplo bem-sucedido de como a união de esforços mantém parcerias longevas e fundamentais para a construção do conhecimento.

“Em momentos de crise aguda, se mostra fundamental a presença dos parceiros para fomentar a ciência, a difusão de conhecimentos. É uma honra para o Sistema CFQ/CRQ se associar à ABQ e ao Congresso Brasileiro de Química”, concluiu o presidente do CFQ.

O Congresso Brasileiro de Química prosseguirá até a sexta-feira (6).