Notícias

Com membros do Sistema CFQ/CRQs, Congresso Brasileiro de Química debate pandemia da Covid

No primeiro dia do 60º Congresso Brasileiro de Química, promovido pela Associação Brasileira de Química (ABQ), um dos destaques foi a palestra envolvendo especialistas do Sistema CFQ/CRQs. Participaram como palestrantes o conselheiro federal de Química David Tabak e a presidente do Conselho Regional de Química da 18ª Região (CRQ XVIII-Piauí), Sandra Sousa. No evento, totalmente virtual, eles debateram o papel da Química e de seus profissionais no combate à pandemia da Covid-19.

O primeiro a se apresentar foi Tabak. Ele resgatou seu histórico de estudos, perpassado pelo interesse pela Química, e da atuação que teve como consultor da Farmanguinhos/Fiocruz.

“Entrei na Farmanguinhos para contribuir por um ano, acabei ficando lá por 21 anos”, lembra Tabak, que foi ainda conselheiro regional do CRQ III (Rio de Janeiro) e vice-presidente do conselho até assumir a condição de conselheiro federal do CFQ.

Sobre a pandemia, ele argumentou que, embora não fique evidenciado para grande parte das pessoas, sem a Química a produção de vacinas não seria possível.

“Os ganhadores do Prêmio Nobel de Química de 2021 foram premiados pelo seu trabalho em catálise orgânica assimétrica, uma técnica de grande aplicação na produção de fármacos”, afirma Tabak.

Ele destacou ainda pesquisas brasileiras que envolvem a produção de spray nasal contra a Covid-19, que seria importante para atender uma parte da população que tem dificuldades com a vacinação e outras medidas de proteção diante da pandemia.

Tabak lembrou ainda a ação do Conselho Federal de Química (CFQ) para combater a utilização dos túneis de desinfecção, ineficazes contra a doença.

“Infelizmente as pessoas que desenvolveram isso, até uma ideia interessante, mas não com os produtos que vinham sendo usados, destinados à limpeza de superfícies sólidas e que não são aceitas para o contato com a pele humana. Isso foi rechaçado pela Anvisa, em uma questão que mobilizou o Sistema CFQ/CRQs”, lembrou.

Presidente do CRQ do Piauí: “profissionais deram um show”

Sandra Sousa, por sua vez, fez um destaque ao empenho dos profissionais da Química no combate à pandemia.

“Ano passado fizemos um evento no Sistema CFQ/CRQs chamado Falas da Química, onde se falou que a pandemia colocou os profissionais da Química em evidência perante a sociedade. E isso é uma verdade, os profissionais deram um show em todos os campos, no que diz respeito à pandemia”, afirmou a presidente do conselho piauiense.

Sandra apontou que, mesmo sob escassez de recursos, os pesquisadores brasileiros desenvolvem estudos criativos e voltados para soluções de problemas do cotidiano.

“Um exemplo disso foi a questão dos respiradores externos, que começaram a ser desenvolvidos aqui quando em dado momento houve escassez no mercado internacional. São soluções que construímos, mesmo com pouco recurso, com poucas opções”, aponta.

Perguntado sobre o que pode ser feito para que os profissionais da Química contribuam cada vez mais, especialmente em um cenário de futuras pandemias que possam vir, Tabak afirmou:

“Talvez a gente não tenha profissionais em número suficiente, para abranger um maior número de áreas de atuação, para minorar o sofrimento da população. Fomos treinados para isso e estamos dando o retorno à sociedade, dentro da possibilidade.”