Notícias

CFQ reúne CRIG para construção da Agenda Legislativa 2022

Conselheiros e conselheiras do Conselho Federal de Química – CFQ, bem como representantes dos Conselhos Regionais de diversos estados, participam em Brasília, nesta quarta e quinta-feira, do primeiro encontro presencial do Comitê de Relações Institucionais e Governamentais – CRIG. O objetivo é debater e estruturar a Agenda Legislativa de 2022.

O CRIG tem a missão de estruturar a Agenda Legislativa com o propósito de transparecer as necessidades do setor químico e colocá-las nas pautas do Governo Federal. Para tanto, no encontro de hoje, os participantes se dividiram em grupos temáticos para debater e definir o alinhamento de ideias e propostas diante de Projetos de Lei, regulamentações e definições que impactam diretamente a vida dos profissionais da Química.

“Nestes quase três anos de existência do CRIG, o Sistema CFQ/CRQs testemunhou um trabalho intenso e cujo resultado se fez sentir principalmente na resistência a projetos nefastos e que colocariam em xeque a existência do nosso próprio Conselho. Temos plena confiança na capacidade de realização do conjunto de pessoas que reunimos aqui”, afirmou presidente do CFQ, José de Ribamar de Oliveira Filho, que abriu o encontro nesta quarta-feira.

Um dos grandes desafios, segundo o assessor de Relações Institucionais e Governamentais do CFQ, Antônio Lannes, é estabelecer um diálogo com o governo para mostrar a importância da indústria química como estratégica para o desenvolvimento do País. “Um país não se desenvolve plenamente sem uma indústria química forte, consolidada. A gente tem que mudar essa situação trabalhando juntos para colocar a indústria química onde ela deve estar, incorporada na agenda política nacional e como um setor produtivo estratégico”, destacou Lannes.

A importância do encontro para o fortalecimento do setor químico foi destacada pelo Diretor da Associação Brasileira da indústria química – Abiquim, André Passos, que também participou da abertura do evento. Segundo ele, a indústria química é um fator determinante para o desenvolvimento econômico e social de qualquer país e a parceria e o envolvimento de todas as entidades que representam a Química no Brasil é fundamental para que haja avanços. “A Agenda Legislativa da Química é um passo central para resolver os problemas de competitividade da Química no Brasil. A única forma de avançar é de forma colaborativa com todas as entidades representativas do setor químico brasileiro, desde as Associações, os Sindicados, Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Química”.

Dentre os principais temas em debate está a garantia do Registro Especial da Indústria Química (Reiq), o marco regulatório para gestão segura de substâncias químicas  (PL 6120/2019), mercado de carbono, a inserção internacional da indústria brasileira de maneira responsável e equilibrada, logística de portos, a Nova Lei do Gás  e a busca de recursos para a qualificação e o desenvolvimento dos profissionais da Química. A expectativa, segundo o presidente do CFQ, é um resultado produtivo e coerente com as necessidades do setor. “Os três grupos temáticos que organizamos terão de nós todo o suporte para que o resultado seja fiel às nossas necessidades e anseios. Acredito que a elaboração da Agenda Legislativa, como estamos fazendo hoje, se tornará rotineira dentro do calendário de atividades do Sistema CFQ/CRQs”, afirmou Jose de Ribamar.

Nesta quinta-feira os participantes se reunirão mais uma vez para finalizar o encontro e apresentar os resultados alcançados neste dia de debate e estruturação da Agenda Legislativa 2022.

Acesse mais fotos do evento em https://www.flickr.com/photos/cfquimicabr/with/51831393290/