Notícias

CFQ passará a integrar Câmara Setorial do Ministério da Agricultura para indústria cervejeira

O Conselho Federal de Química (CFQ) vai integrar a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Cerveja, órgão ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e que congrega associações e empresas ligadas à indústria cervejeira no país. O pleito foi apresentado pelo CFQ em reunião virtual da Câmara Setorial na manhã de 9 de março e acatado pelos participantes. A partir de agora, o CFQ terá o caráter de membro permanente.

Coube à conselheira federal e integrante do Comitê de Relações Institucionais e Governamentais (CRIG) Suely Abrahão Schuh apresentar a demanda do CFQ. Ela apresentou os números e o histórico do CFQ e reforçou o caráter químico do processo produtivo da cerveja.

“Destacamos que a produção cervejeira não é uma atividade que se satisfaça com a instituição de uma “receita” de produção: certos parâmetros precisam ser obedecidos dentro do processo cervejeiro – seja industrial ou artesanal”, afirmou.

Ela reforçou que o acompanhamento das questões relativas à indústria de bebidas permitirá ao CFQ contribuir nas soluções, visto que o número de cervejarias aumentou enormemente nos últimos anos, o que exige atenção dos órgãos de fiscalização, em nome da qualidade e da segurança dos produtos.

“Entendemos que o Conselho Profissional dispõe da condição técnica e das ferramentas para, de maneira construtiva, alcançar os resultados esperados pela sociedade no que diz respeito à bebida, sem desconsiderar as necessidades da indústria e dos profissionais da Química envolvidos no processo”, assinalou.

A demanda do CFQ foi acatada pelos votantes em caráter unânime. Glauco Bertoldo, diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal do MAPA, defendeu a inclusão do CFQ e de outros conselhos profissionais nas câmaras setoriais.

“Temos muitas demandas relativas aos profissionais que atuam nessa indústria, questões relativas à anotação de responsabilidade técnica e muitas outras. A presença do CFQ é muito bem-vinda”, destacou.

Texto e edição: ADRIANO BARCELOS