Notícias

Câmara de Vereadores de João Pessoa presta homenagem à Química Solidária

A Câmara de Vereadores de João Pessoa (PB) realizou na quinta-feira (8/10) solenidade para homenagear a campanha Química Solidária, realizada pelo Sistema CFQ/CRQs. A homenagem, um “voto de aplauso“, foi aprovada pelo plenário da Câmara e proposta pelo vereador Lucas de Brito (PV). No evento de entrega da homenagem, que contou ao todo com 20 agraciados, o Sistema CFQ/CRQs esteve representado pela presidente do Conselho Regional de Química da 19ª Região (CRQ XIX), Raquel Lima. Comandado por Raquel, o CRQ XIX teve papel pioneiro no engajamento principal da campanha: produzir álcool 70% para doação a comunidades e instituições que atendem ao público, como forma de frear a expansão da Covid-19 no país.

“Agradeço a Deus pela oportunidade de, em nome da nossa capital João Pessoa, cumprir essa que uma das missões de um parlamentar: fazer com que iniciativas importantes da sociedade civil, do meio acadêmico e do terceiro setor alcancem reconhecimento. Esperamos que a realização de campanhas como a Química Solidária se multipliquem ainda mais em todo país”, afirmou o vereador.

Raquel, em seu discurso, agradeceu o reconhecimento oferecido pelos vereadores da capital paraibana e destacou que a Química Solidária só foi possível pela mobilização de diversos entes em torno de um objetivo comum.

“Nesses sete meses de pandemia, de processo de total ou parcial clausura para alguns, temos em mente que, para outros não foi possível esse distanciamento social. São aqueles que fazem parte dos serviços essenciais e indispensáveis a população. Eis aí que surge uma profissão tão importante e indispensável para todos nós! Os profissionais da área da Química! Que no momento em que faltou álcool se uniram e vestiram sua armadura de conhecimento técnico e empatia pensando no bem estar do próximo… e assim surgiu a campanha Química Solidária… profissionais, estudantes e empresas unidos com um único objetivo ajudar o próximo a se proteger contra o vírus, através de um produto que estava escasso no mercado”, rememorou Raquel.

A presidente do CRQ XIX destacou ainda as instituições envolvidas no processo: além da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Associação dos Profissionais da Área da Química da Paraíba (APAQ), as empresas do Estado.

“Sem as empresas paraibanas, que nos doaram os insumos e as matérias-primas, nada disso seria possível. Tivemos também total apoio do Conselho Federal de Química”, completou.

Química Solidária: combate à desinformação

A campanha Química Solidária do Sistema CFQ/CRQs vai além da produção de álcool e álcool gel (mais de 100 mil litros foram distribuídos).

Em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Higiene, Limpeza e Saneantes (ABIPLA), o Sistema publicou uma nota conjunta em que apontava a falta de fundamentos científicos que sustentem a eficácia dos túneis de desinfecção que começaram a ser instalados em todo país sob a expectativa de combater ao novo coronavírus. A nota foi acolhida e corroborada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que publicou documento em que reafirma a falta de lastro científico para a prática.

Ao longo da campanha, o CFQ fechou ainda uma parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A partir de conteúdos audiovisuais produzidos pelo CFQ ensinando a população a utilizar por exemplo álcool em gel e água sanitária no combate à pandemia, a Unesco demonstrou interesse em uma união para combate à desinformação. O conteúdo produzido pelo CFQ virou modelo e pode ser divulgado inclusive fora do país.

A campanha da Química Solidária

Importante destacar ainda que as atividades de produção da Química Solidária obedecem a diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) firmados pela RDC 350/2020 e pela nota técnica que a seguiu, detalhando a autorização excepcional e temporária concedida no combate ao Covid-19.

Vale salientar ainda que as atividades da Química Solidária estão sendo desenvolvidas com o mínimo possível de profissionais, uma vez que a orientação do Ministério da Saúde – e outras autoridades – é para que as pessoas fiquem em casa para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Também fazem parte da campanha ações para divulgar ações positivas, orientar a população e combater notícias falsas.