Notícias

Atuação do presidente do CFQ na defesa da Química e da sociedade rende homenagem da Câmara do Rio

O presidente do Conselho Federal de Química (CFQ), José de Ribamar Oliveira Filho, recebeu na noite desta quinta-feira (17/03) uma honraria da Câmara de Vereadores da Cidade do Rio de Janeiro. A moção de aplauso foi iniciativa do vereador Reimont (PT) e a entrega ocorreu na sede do Conselho Regional de Química da 3ª Região (CRQ III – Rio de Janeiro), na capital fluminense.

O presidente do CRQ III, Rafael Almada, abriu os discursos da homenagem destacando o trabalho desempenhado por Oliveira Filho diante do CFQ. Almada afirmou que o vereador é muito criterioso na proposição de homenagens, mas que a trajetória do presidente possibilitou um recado de parte da Câmara carioca – de defesa da Ciência e de repúdio ao negacionismo.

“O vereador é muito criterioso, mas hoje temos um CFQ que entende a população e, mais que isso, entende o papel da Química no suporte à sociedade. O CFQ desenvolveu um trabalho importantíssimo de combate às fake news. Quando apresentamos a proposta, o vereador Reimont quis entender do que se tratava, que trabalho era esse. Esclarecido isso, ele avaliou que os valores do CFQ representam seu próprio mandato”, destacou Almada.

Representando o Colégio de Presidentes, grupo que reúne os presidentes dos 21 Conselhos Regionais de Química, o presidente do CRQ XXI (Espírito Santo), Alexandre Vaz Castro, destacou o avanço representado pela gestão de Oliveira Filho para o Sistema CFQ/CRQs.

“Estamos aqui representando o país na área da Química, e isso tem um peso enorme. Estamos extremamente motivados e temos o entendimento de que precisamos trabalhar nos municípios, onde ocorre o dia a dia da fiscalização, É um trabalho social o que fazemos. Os últimos anos da gestão do presidente José de Ribamar foi extremamente desgastante, especialmente desde o princípio da pandemia. Eu gostaria de homenageá-lo, além do gestor, pela pessoa humana que o senhor é”, destacou Vaz Castro.

O vereador Reimont, por sua vez, apontou o caráter transformador da Química para a cidade e para o país.

“É com muita alegria que sou o canal desta homenagem. O Rio acolhe a todos, é uma cidade linda, por seu povo cheio de diversidade e cultura. Para nós é um grande orgulho. Salta aos olhos de todos nós que a riqueza do Brasil está no papel da Química no processo de construção da economia, fica fácil entender a importância da Química quando se vê a atuação de nossas empresas. Ao homenagear o senhor, presidente José de Ribamar, estamos homenageando a possibilidade concreta de que a sociedade avance e o negacionismo fique para trás”, assinalou o vereador.

O homenageado da noite fez um discurso emotivo e centrado nas realizações do CFQ na atual gestão.

“Representar a Química no Brasil, na condição de presidente do Conselho Federal de Química (CFQ), além de uma posição que muito me orgulha, também me proporciona momentos de realização pessoal como este que vivo agora. Quando comecei a trilhar minha carreira acadêmica e profissional, saindo de São Luís do Maranhão, minha terra natal, passando por Belém do Pará, onde me graduei químico industrial, somente em sonhos imaginei viver tal demonstração de prestígio e distinção”, destacou.

Em seguida, Oliveira Filho lembrou do período em que o CFQ esteve sediado no Rio e do quanto esse período foi significativo para a Química:

“Particularmente, guardo as melhores lembranças do Rio de Janeiro por conta do próprio CFQ. Talvez muitos não saibam, mas o CFQ esteve sediado no número 60 da Avenida Nilo Peçanha, há menos de 400 metros de onde estamos, desde a sua criação, em 1956, até o fim dos anos 1990. Do período carioca do CFQ retenho na memória as melhores lembranças, de um período de consolidação da Química e da indústria no Brasil, de relações pessoais construídas aqui e que se perpetuaram por toda minha vida”.

O presidente do CFQ enfatizou também o papel do conselho para a população:

“É da alçada do Sistema CFQ/CRQs assegurar a todos o consumo seguro dos mais variados itens de uso diário: da água que bebemos aos produtos de limpeza que usamos para limpar nossas casas; passando por combustíveis que abastecem nossos carros, alimentos que ingerimos, roupas que vestimos, shampoos e sabonetes que empregamos na nossa higiene… A Química está em tudo e o Sistema CFQ/CRQs é o guardião desse verdadeiro tesouro da humanidade, que possibilita a todos nós o padrão de vida que possuímos hoje”, disse.

Em seguida, Oliveira Filho fez uma defesa da importância da valorização da Ciência.

“Para finalizar, gostaria de agradecer à Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro pelo simbolismo do ato de hoje. Elevar a Ciência, e a Química em especial, ao caráter de destaque que vemos aqui é algo cada dia mais importante diante de tantas tentativas de descrédito do conhecimento que se vêem atualmente”, concluiu.